Bento devolve derrota para a Voleisul na Serra

Parecia que a vitória seria tranquila. Jogando com muita qualidade, a Voleisul/Paquetá Esportes iniciou o jogo contra o Bento Vôlei na noite de quarta-feira, 5, abrindo uma vantagem de 2 sets a 0. Uma goteira no Ginásio Municipal de Bento Gonçalves gerou uma interrupção na partida de cerca de 30 minutos. Na volta, veio a virada do time da Serra: 3 sets a 2, parciais de 21/25, 21/25, 25/23, 25/18 e 15/12.

A primeira metade da partida foi toda da Voleisul/Paquetá Esportes. A equipe até iniciou perdendo no primeiro set, mas antes do primeiro terço da parcial já havia passado à frente. Do meio para o fim, a equipe de Novo Hamburgo chegou a abriu sete pontos de vantagem. Ao final, vitória por 25 a 21.

O segundo set tinha tudo para ser uma repetição do primeiro. O Bento Vôlei chegou a estar vencendo por dois pontos, mas a partir da metade do set a Voleisul/Paquetá Esportes voltou a crescer, chegando a 24 a 20. Nesse momento, a forte chuva que caia na Serra fez com que a partida fosse interrompida em função de uma goteira no ginásio. Na volta, o time visitante fechou a segunda parcial, novamente, em 25 a 21.

Desse momento em dia só deu Bento Vôlei nos dois sets seguintes. A equipe da casa voltou à quadra jogando melhor e dominou toda a terceira parcial até vencer por 25 a 23. Embalado pela torcida, o time de Bento Gonçalves seguiu jogando bem no quarto set, e abriu a maior vantagem em todo o jogo, empatando a partida ao vencer por 25 a 18.

O set desempate voltou a ser equilibrado. A Voleisul/Paquetá Esportes começou melhor, chegou a abrir dois pontos de vantagem, mas viu os donos da casa crescerem novamente. No final, vitória do Bento Vôlei por 15 a 12. Com o resultado, o time da Serra devolve a derrota sofrida no último sábado em Novo Hamburgo. “Foi um jogo bem melhor do que o primeiro. Fizemos dois sets muitos bons, mas a parada foi prejudicial para nós. Eles voltaram jogando muito bem, tiveram méritos para vencer”, afirma o técnico da Voleisul/Paquetá Esportes, Reinaldo Bacilieri.

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *