Canoas vence a primeira batalha da guerra pelo título

22517646262_999393423a_zO que parecia ser uma vitória fácil, virou filme de suspense e, por pouco, não acabou em terror. No primeiro duelo pela final do Campeonato Gaúcho de Vôlei, o Lebes/Gedore/Canoas venceu o Bento Vôlei/Isabela por 3 sets a 2, parciais de 26/24, 25/20, 24/26, 22/25 e 15/11 e abriu 1 a 0 na melhor de três partidas, que definirá o campeão de 2015.

A primeira parcial já deu mostras do que seria o confronto. Mesmo depois de abrir boa vantagem, o Canoas permitiu reação do adversário, que empatou. Mas, no bloqueio de Matheus, os donos da casa fecharam em 26 a 24. Em um segundo set onde os dois times levaram cartão vermelho, o Canoas levou por 25 a 20, na invasão de Bérgamo.

O terceiro set era tranquilo, com os canoenses vencendo por 22 a 13. Mas, como não existe jogo jogado, os visitantes reagiram e fizeram 26 a 24. No quarto, superioridade do Bento e 25×22, tudo igual.

Mas, ao invés de abatimento por permitir o empate, o Canoas deu show no tie-break e fez 15 a 11 no erro do Bento.

O cubano Dennis foi eleito o melhor em quadra. O próximo jogo será em Bento Gonçalves, na sexta-feira, às 20h. Se vencer, o Lebes/Gedore/Canoas é campeão e evita a terceira partida, no domingo, às 19h.

DISCURSO HUMILDE

– Estou muito contente com a vitória, mas sabemos da dificuldade que será conquistar o tetracampeonato. Bento dominou a fase classificatória e tem a vantagem do mando de quadra. Vamos a Bento Gonçalves convictos da nossas possibilidades e do potencial de Bento. Acredito que estamos tendo uma belíssima final de Campeonato Gaúcho e não tem nada ganho – afirma o técnico Marcelo Fronckowiak.

FALTOU CONFIANÇA

– Hoje ficou claro que nós estávamos em uma zona de conforto no começo do jogo, se sentindo muito confiante. Isso é reflexo do que a gente vem fazendo até aqui. Nós fomos muito bem neutralizados com uma boa sequência de saques flutuantes do adversário e não conseguimos render o que geralmente rende no ataque. Faltou ataque e confiança pra fazer o que a gente vinha fazendo, que é um bom ritmo de saque e de contra-ataque” – destaca o levantador Marlon.

Foto: Matheus Beck | Vôlei Canoas

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *